Palavras soltas...

(...) "Tenho aprendido muitas coisas nos últimos tempos. Uma delas é que jamais podemos deixar para amanhã um gesto de carinho, um sorriso verdadeiro, uma declaração de amor."

Confira a crônica completa clicando aqui.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Sensações...

Então, de repente, os corpos se aproximam...
Os olhos se fecham... E os rostos insistem em se aproximar ainda mais...
E, de repente...
(...)

Sensações.
Tão boas quanto as provocadas pelas vitórias do Ayrton Senna...
Tão fantásticas como o momento em que o Roberto Baggio isolou aquela bola...
Tão impagáveis quanto o momento em que o sol aparece após uma semana de chuva...
Tão sublimes quanto o sorriso de uma criança...
Tão bonitas quanto as músicas da sua banda preferida...
Tão complexas quanto a Teoria da Relatividade...
Tão perfeitas quanto estar ao lado de quem se gosta...
Tão gostosas quanto o seu chocolate preferido ou a comida da sua mãe...
Tão belas como as luzes provocadas pelos fogos de artíficio...
Tão incomparáveis quanto o gol do título...
Tão simples e tão tudo!

(...) De repente, os olhos se abrem, os rostos se afastam bem devagar... e a pergunta vem à tona: Uau, que beijo foi esse???

5 comentários:

Mônica disse...

Caramba!! Quanta coisa num momento só... :P

Jéssica disse...

Nossa PF!
Que beijo foi esse?
Bem que vc diz que é intenso no seu perfil do blog...
Adorei o texto. Adoro o blog. E adoro vc...
Amei mesmo. Ficou lindo!
Beijo. Saudade

Anônimo disse...

Beijos intensos assim costumam provocar uma outra sensação muito boa! Paixão!

Aline disse...

Ficou lindo!
São esses momentos os quais podemos chamar de perfeitos!
Um beijo pode mesmo ser tudo isso!

bjim

DRI disse...

Puts, puts!! Caramba Paulo, que beijo espetacular foi esse? Vou te enviar a mala da coragem pra vc carregar, pq a cruz é pouco. Agora sério paulo, nao há nada melhor q viver essa situação... se bem q um dias desses por aí, de repénte rolar esse acumulo de sentimentos, na boa vou acreditar ser mais terrorismo. Te amoooooo seu maluco!!!!!