Palavras soltas...

(...) "Tenho aprendido muitas coisas nos últimos tempos. Uma delas é que jamais podemos deixar para amanhã um gesto de carinho, um sorriso verdadeiro, uma declaração de amor."

Confira a crônica completa clicando aqui.

terça-feira, 16 de março de 2010

Enquanto o ônibus não chega - II

E por mais que você ache que seu mundo acabou por conta de alguma decepção, a vida continua.

A vida não pára.
O tempo não pára.
E você não pode parar.

Não pode desistir de viver.

Há momentos, caro leitor, que é preciso desistir de certas coisas para assim se abrir a outros caminhos, outros mundos, novos universos.
Uma nova vida dentro da sua vida é possível... Desde que você esteja disposto a viver.

Acostume-se: as pessoas vão continuar errando com você! Mesmo e principalmente as mais queridas.
Todos erram.
Você também vai continuar errando, vacilando e sendo néscio em alguns momentos da vida.

No entanto, acredite, o pior erro é a incúria com aqueles que realmente te amam.
Cuide da sua família, dos seus pais, filhos e amigos!
Mas cuide da pessoa mais importante do mundo... Você! Faça isso para dar exemplo aos que estão próximos. Desta forma, vai conseguir demonstrar, como se estivesse escrito no meio da sua testa, e as pessoas vão saber que é assim que deve ser. Ou seja, “se não me respeitar, não serve!”
No mais, aproveite a terça-feira!

5 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom, Paulo!

Perfeito!
Você é incrível, em todos os sentidos, inclusive com suas crônicas!
Bjos!

Claudinha.

Flávia disse...

ameei *.*
eu tava pensando absolutamente nisso hooje *.*

aline disse...

Adorei, realmente incrivel como toca nossos coraçoes amei msm...
Vou refletir sobre isso vou precisar msm...
Bjoss
Adoro vc...

aline disse...

Adorei, realmente incrivel como toca nossos coraçoes amei msm...
Vou refletir sobre isso vou precisar msm...
Bjoss
Adoro vc...

Gabi disse...

Lindo!