Palavras soltas...

(...) "Tenho aprendido muitas coisas nos últimos tempos. Uma delas é que jamais podemos deixar para amanhã um gesto de carinho, um sorriso verdadeiro, uma declaração de amor."

Confira a crônica completa clicando aqui.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Votos ²




Inspirando-me em nosso conterrâneo Carlos Drummond, desejo a todos as coisas simples, porém essenciais para a vida. A beleza de viver, enfim, está nas coisas simples. Quando se percebe isso é tão fácil ser feliz!

Queria ter o dom de ser poeta e dizer coisas bonitas e profundas para poder tocar até mesmos os corações ditos intocáveis.
Queria, talvez, ser um cantor, para poder cantar a mais bela canção. Aquela canção que nunca saísse da mente das pessoas, não por ser chata – como ocorre com algumas – mas, por ser bela e marcante na vida de cada um...

Como não sou poeta e muito menos cantor, aproveito o momento para deixar uma mensagem do poeta francês, Victor Hugo, a todos. Faço minha cada palavra dita neste poema e desejo a todos um ano de alegrias constantes.



DESEJOS...
Victor Hugo – França – *1802 +1885

Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.

Desejo, pois, que não seja assim,
Mas se for, saiba ser sem desesperar.

Desejo também que tenha amigos,
Que mesmo maus e inconseqüentes,
Sejam corajosos e fiéis,
E que pelo menos num deles
Você possa confiar sem duvidar.

E porque a vida é assim,
Desejo ainda que você tenha inimigos.
Nem muitos, nem poucos,
Mas na medida exata para que, algumas vezes,
Você se interpele a respeito
De suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
Para que você não se sinta demasiado seguro.

Desejo depois que você seja útil,
Mas não insubstituível.
E que nos maus momentos,
Quando não restar mais nada,
Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

Desejo ainda que você seja tolerante,
Não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
Mas com os que erram muito e irremediavelmente,
E que fazendo bom uso dessa tolerância,
Você sirva de exemplo aos outros.

Desejo que você, sendo jovem,
Não amadureça depressa demais,
E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer
E que sendo velho, não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor
É preciso deixar que eles escorram por entre nós.

Desejo por sinal que você seja triste,
Não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
Que o riso diário é bom,
O riso habitual é insosso e o riso constante é insano.

Desejo que você descubra,
Com o máximo de urgência,
Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,
Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.

Desejo ainda que você afague um gato,
Alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
Erguer triunfante o seu canto matinal
Porque, assim, você se sentirá bem por nada.

Desejo também que você plante uma semente,
Por mais minúscula que seja,
E acompanhe o seu crescimento,
Para que você saiba de quantas
Muitas vidas é feita uma árvore.

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
Porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
Coloque um pouco dele
Na sua frente e diga “Isso é meu”,
Só para que fique bem claro quem é o dono de quem.

Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
Por ele e por você,
Mas que se morrer, você possa chorar
Sem se lamentar e sofrer sem se culpar.

Desejo por fim que você sendo homem,
Tenha uma boa mulher,
E que sendo mulher,
Tenha um bom homem
E que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,
E quando estiverem exaustos e sorridentes,
Ainda haja amor para recomeçar.

E se tudo isso acontecer,
Não tenho mais nada a te desejar.


Para quem acredita... vai lá, joga uma moedinha no poço e faça seu desejo. Mas, nunca deixe de se lembrar que além de desejar é preciso buscar... é preciso saber buscar. Enfim, corra atrás dos seus sonhos!
É isso.

2 comentários:

Jaki disse...

Falou tudo, em poucas palavras!
(Muito bonito a poesia de Victor Hugo. Não conhecia esse poeta!)

Vim aqui mesmo para parabenizar pela coluna hoje no JM.
Acredito que, não só no futebol mas em todo âmbito da vida, muitos tornam alguns momentos uma novela. O que poderia - deveria - ser simples, parece que alguns, gostam de complicar e, assim, acabam alcançando a felicidade pelo caminho mais longo e complicado!
Enfim, parabéns!

maria fernanda disse...

Sim acredite sempre em algo, não importa em o que, acredite!
É a única forma de dar asas aos seus sonhos e tentar buscá-los.

Abraços