Palavras soltas...

(...) "Tenho aprendido muitas coisas nos últimos tempos. Uma delas é que jamais podemos deixar para amanhã um gesto de carinho, um sorriso verdadeiro, uma declaração de amor."

Confira a crônica completa clicando aqui.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Eu acredito *


Ao longo da história, o dia 27 de setembro foi marcado por vários acontecimentos importantes. Sem contar que neste dia serão comemorados os aniversários de uma porção de gente que eu conheço, gosto e sempre esqueço. Não é maldade, muito menos descaso, é apenas meu jeito desligado de ser.

Mas, tirando os “parabéns” que não serão dados por mim, no domingo também se comemora o Dia Nacional do Idoso. Foi neste dia, no ano de 1998, que foi criado aquele que seria o maior site de buscas da Internet, o Google. É também o dia da Caridade, da Música Popular Brasileira, do Cantor e do Encanador... Todos eles, figuras muito importantes em nossa existência. Afinal, hoje em dia nossa vida se torna um caos quando não temos o Google, por exemplo. Com o Google fora do ar, nós também ficamos, literalmente falando, fora do ar. Imaginem, meus amigos, o que seria de nós, pobres mortais, sem o encanador? Nem gosto de pensar.

E sem a música – a nossa música. Já pensou? Não, definitivamente, não dá! Sem contar que nossos idosos, lembrados especialmente durante esta semana, estão de forma bem direta ligados à evolução do nosso país. Temos muito que aprender com eles, inclusive sobre a caridade, também celebrada no primeiro dia da próxima semana.
Porém, domingo, dia 27 de setembro, poderá ser um dia histórico e inesquecível para nós uberabenses. Jogando em Natal, no Rio Grande do Norte, o atual time do Uberaba Sport Club, pode entrar para a história das nossas vidas se conseguir a classificação para a Série C do Brasileirão, ganhando do Alecrim, time daquele Estado.

Só restam 90 minutos – eternos 90 minutos – e dois gols para que isso aconteça.
É hora de torcer!
Torcer de verdade!
Acreditar!
Apesar de o USC ter sido derrotado no primeiro jogo dentro de casa, no domingo, por 1 a 0, a confiança do torcedor não se abalou. Isso é bom e com certeza será repassado para dentro das quatro linhas.

Acredito, porém, que algumas coisas devam ser levadas em consideração. 1º: se o time não conseguir o triunfo, não há motivos para vaias e sim para aplausos, já que chegamos muito longe e em condições financeiras e estruturais nem sempre favoráveis. 2º: caso o time se classifique, não se pode achar que está tudo um mar de rosas, porque não está! Na Série C, como todos sabem, o bicho pega e é preciso muito mais organização para de lá saltarmos para a Série B. 3º: Futebol só é tão apaixonante como é, por conta disso – essa angústia boba e chata e, ao mesmo tempo, boa de sentir; esse arrepio esquisito e inesperado que dá na hora em que o hino do clube de coração toca nos alto-falantes do estádio; e, por esse orgasmo das cordas vocais no momento do gol da vitória!
Boa sorte aos jogadores, torcedores e ao Uberaba Sport Club!
Bom final de semana a todos!

(*) Publicado na edição do dia 25 de setembro de 2009 do Jornal da Manhã/Uberaba(MG)

4 comentários:

Anônimo disse...

Cara, não é por mal Roberto, mas eu acredito que os noventa minutos de jogo na TV são dos mais longos que eu conheço. Eu não entendo quase nada e ainda acho muito chato um monte de correndo atrás de uma bola. Tipo, assistir é bem diferente de jogar. Eu adooooro brincar de jogar futebol :) Embora eu não possa u.u" Mas é isso. Tente se lembrar do aniversário das pessoas, cole um cartaz beeeem grande na porta de entrada do seu quarto e no painel do seu carro, talvez funcione :P
Beijo!


Monica (Estou fora do meu pc >_<... espero que vc se lembre de mim)

Jaki disse...

Este domingo nõ foi muito bem pra mim quando se trata de futebol...
Uberaba empatou, e consequentemente ta fora da serie C
Ituiutaba perdeu para, justo, Uberlandia
e São Paulo empatou com corínthians...
Realmente, não foi legal :(

Mônica disse...

Paaaaaaauloooooooo, que momento insando foi este em que eu te chamei de "Roberto" e não pelo seu nome? Ainda bem que vc não é meu namorado. Já pensou a confusão? Noooossa, eu nem sei como pedir desculpas pelo engano. Juro pra vc que só vim me tocar do absurdo HOJE!!! Mil perdões!!!
Meu namorado diria que isso é tudo culpa das drogas, meu primo colocaria a culpa nos vermes. E eu coloco a culpa na minha falta de juizo, mesmo. Do P pro R ainda tem um monte de letrinha no meio do caminho... Mil perdões.

Anônimo disse...

Achei que ia postar alguma coisa!!! Kd?