Palavras soltas...

(...) "Tenho aprendido muitas coisas nos últimos tempos. Uma delas é que jamais podemos deixar para amanhã um gesto de carinho, um sorriso verdadeiro, uma declaração de amor."

Confira a crônica completa clicando aqui.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Valeu!

Os sábios sabem que futebol não tem nada a ver com merecimento.
Fosse assim, jamais veríamos alguns acontecimentos.
Futebol, isso sim, tem a ver com competência.
E em um campeonato de mata-mata, onde dois jogos decidem quem avança, a competência vale para os dois jogos e não só um.
Falando do “se”. Se o Flamengo tivesse jogado no Maracanã com a raça que jogou hoje, no Chile, estaríamos nós, torcedores do Maior de Todos, comemorando a vaga.
Mas não foi assim. Perdemos a vaga aqui quando não entramos em campo com a raça dos guerreiros rubro-negros!
Se foi justo ou não, não sou o melhor para dizer. Mas, seguindo as regras do jogo, os chilenos, pernas de pau e da torcida que joga madeira e vidro no adversário, fizeram por merecer.
Como sempre, a Torcida Maior do Mundo deu show.
O time, hoje, jogou bem e com raça! Suou sangue e se entregou até o último minuto, apesar de todas intempéries. Não deu. Mas valeu pela disposição mostrada. Flamengo, caro leitor, é raça. É vida. É Flamengo!
Resta a nós, que fechamos com o certo e temos sabedoria de vencedores, aguardar o desenrolar dessa presepada. Aguardar para que se confirme o que todos já sabem. O campeão da Libertadores não será mais um time de “brasileiros”.

Uma vez Flamengo, sempre Flamengo!

Um comentário:

Jéssica disse...

Paulo, teve um dia que vc me falou que certas pessoas só começam a torcer para aquele time que gaha tudo!
Ontem, no jogo do Flamengo, eu lembrei de vc... podia ouvir vc dizendo aquelas coisas sobre raça, amor, suar sangue! Sou corintiana e vc sabe. Mas fiquei fã da postura dos jogadores do flamengo.
É como vc disse. Não é questão de merecimento. Se fosse, o flamengo teria se classificado.
Bela crônica!